Bahia: SIHS realiza força tarefa para conter crise hídrica em Ponto Novo e região

Bahia - Secom - SIHS crise hídrica

SIHS e vinculadas discutem crise hídrica em Ponto Novo e região / Foto: Ascom SIHS

As autarquias ligadas à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), como Companhia de Engenharia e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb) e Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), e o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) definiram ações para minimizar a crise hídrica em Ponto Novo e outros municípios de região, a exemplo de Queimadas e Santa Luz.

O secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, se reuniu com os representantes das autarquias e do Inema nestas segunda (28) e terça-feira (29). Na força tarefa montada ficou definido que será antecipado o processo de aquisição do sistema tecnológico dos fusegates (tecnologia que permite guardar a água por um período maior) para as barragens de Pedras Altas e Ponto Novo. De acordo com Cássio Peixoto, uma adutora ligando a Barragem de Ponto Novo ao município de Queimadas também será implementada, de forma a minimizar a perda de água no trecho.

A instalação dos fusegates nas barragens, conforme destacou o secretário, vai aumentar a capacidade de armazenamento de cada uma em 25%. “E a construção da adutora minimizará os impactos sobre Ponto Novo, que hoje abastece Queimadas e Santa Luz”, explicou Peixoto. Ele acrescentou que existe no município limitação de captação de água desde 2013, em função da seca na região.

“Tudo isso, acompanhado de uma grande campanha de conscientização do uso racional da água, [que] hoje [é] um dos bens mais preciosos que nós temos, mas que, infelizmente, está cada vez mais escasso, e os moradores dessas cidades já vivem essa realidade. Em suma, a meta do Governo do Estado não é apenas investir, mas universalizar a água, com o lema que educar o seu uso também é multiplicá-la”, destacou Peixoto, que este ano participou da XXVI Reunião Extraordinária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Itapicuru (CBHI), em Ponto Novo, como forma de conhecer melhor o cenário e viabilizar ações.

Fonte: Secom Bahia

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s