Racionamento de energia deverá ser decretado em até 100 dias, alerta reportagem do Estadão

O jornal Estado de São Paulo divulgou, na última terça-feira (17), que o racionamento de energia no país será decretado em até 100 dias, conforme previram autoridades do setor elétrico do estado de São Paulo. De acordo com os especialistas, o volume pluviométrico que será gerado até abril não será capaz de compensar o período de seca. Com o anúncio em abril, a previsão é que o racionamento de energia elétrica comece de fato em junho. O diretor da consultoria Thymos Energia, Riucardo Saviola, que considera que o racionamento deveria ter começado em 2013, disse ao Estadão: “é um absurdo que o órgão de monitoramento ainda não tenha decretado racionamento”. A previsão do especialistas sobre a restrição da carga varia: há os que preveem redução entre 10% e 20%, mas há os que acreditam que a restrição possa variar entre 5% e 30% da carga.

Leia a matéria completa do Estadão.

Em 2014, o jornalista Omar Abbud, ex-superintendente de Comunicação Social da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), analisou os riscos de racionamento no país.

Fonte: Estadão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s