Campanha de vacinação aguarda 48 mil crianças até 12 de dezembro

Durante a Copa do Mundo, técnicos do Ministério da Saúde detectaram no esgoto do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, a presença do polivírus selvagem tipo 1, causador da paralisia infantil. Porém, desde 1990 não havia registro de circulação do vírus no Brasil, resultado das políticas de prevenção e vigilância adotadas, principalmente, com a introdução da vacinação no calendário infantil. Para garantir que pelo menos 95% das mais de 156 mil crianças entre seis meses e menores de cinco anos protegidas contra a pólio e manter Salvador livre da doença, a Secretaria Municipal da Saúde estendeu a Campanha Nacional de Vacinação na capital para 12 de dezembro.

Nesta semana, um plano estratégico foi montado pela SMS, quando equipes de imunização serão enviadas para creches e escolas, além de instalar pontos volantes em locais de grande movimentação de pessoas como shoppings, igrejas e praças, funcionando das 8h às 17h. Até o momento, cerca de 108 mil pequeninos residentes na capital foram imunizados, o que representa uma cobertura de 70%.

Aliada à mobilização, a SMS também está realizando a administração da dose de Vitamina A para os menores de cinco anos, além da campanha de Multivacinação, quando os profissionais de saúde estão realizando a verificação da situação vacinal de cada criança e atualizando a caderneta com a aplicação das doses contidas no calendário básico que estiverem pendentes.

Fonte: Agecom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s