Deputados que votaram pela flexibilização do Código Florestal se reelegem

Em 2012, o Brasil aprovou um novo Código Florestal. Na época, a hashtag #VetaDilma estava entre as mais encontradas nas redes sociais. O conflito era evidente: de um lado, grupos que eram contra a diminuição da proporção de áreas protegidas. De outro, aqueles que falavam em prol da flexibilização desses valores. Hoje, quem acessa essa Lei, vê que muitos dos seus dispositivos, de fato, foram vetados.

Já entre os políticos que participaram do processo de aprovação do Código Florestal, a maior parte dos que votaram pela flexibilização se reelegeu. Ao todos, dos 199 deputados federais que votaram pela redução das zonas protegidas, 122 se reelegeram, o que dá uma porcentagem de 63,8%. Por sua vez, entre os que votaram contra essa diminuição, 82 deputados dos 135 presentes à época se reelegeram, o que equivale a um percentual de 60,7%.

O Portal do Meio Ambiente revelou a lista tanto dos que votaram a favor quanto dos que votaram contra a flexibilização. Confira aqui.

*Redação

Fonte: Portal do Meio Ambiente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s